06 de fevereiro – Primeira sessão ordinária de 2018 na Câmara Municipal de Colombo

Como ficou a votação do aumento do IPTU em 25% em Colombo?
22 de dezembro de 2017
Projeto de Lei de autoria do vereador Anderson Prego, que institui Campanha de combate à violência contra a mulher é divulgado na Câmara de Colombo.
16 de fevereiro de 2018
Exibir tudo

Na primeira sessão ordinária da Câmara Municipal de Colombo no ano de 2018, a Prefeita Izabete Cristina Pavin esteve presente, fez uma fala sobre o trabalho realizado por sua gestão e também apresentou as expectativas de trabalho até 2020.

A Sra Prefeita iniciou sua fala reconhecendo que tomou medidas duras, como congelamento de salários, aumento de IPTU e o cancelamento da Festa da Uva nos últimos dois anos. Para os próximos anos, Beti Pavin assumiu o compromisso de inaugurar mais duas escolas que funcionarão na modalidade de tempo integral, além de reformas e ampliações de várias unidades que afirmou iniciar ainda em 2018.

Vale lembrar que o vereador Anderson Prego vem constantemente cobrando melhorias nas unidades escolares através de ofícios e indicações. Outras questões muito importantes abordadas foram: a revisão do Plano diretor, a municipalização do trânsito e a resolução dos problemas de alagamento em nossa cidade.

Sobre o Plano Diretor, desde 2014 o vereador Anderson Prego vem cobrando providências. Em 2014, através do ofício nº. 259/2014, acesso ao plano de trabalho para a elaboração do Plano Diretor do município de Colombo, o que não ocorreu. Os questionamentos continuaram e em 2017 foi encaminhado um pedido de informação à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação sobre o andamento da revisão.

A municipalização do trânsito já foi abordada inúmeras vezes por Anderson, vale ressaltar ainda as indicações 1044 e 1119 que solicitam a criação do Conselho Municipal de Trânsito e a Secretaria Municipal de Trânsito, respectivamente.

A respeito dos constantes alagamentos em nossa cidade, esta demanda tem sido lembrada desde o início do primeiro mandato sempre buscando levar ao executivo, propostas para que o problema fosse solucionado. Foram mais de 30 documentos, entre indicações, ofícios, pedidos de informação e elaboração de emendas, além das discussões na Câmara de vereadores visando o fim dos alagamentos em Colombo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *