15 de junho de 2020 – Dia Mundial da Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa

Anderson Prego propõe criação de fundo emergencial e lançamento de editais de fomento para o setor cultural
22 de maio de 2020
PREFEITURA DE COLOMBO ABRE EDITAL DE CONTRATAÇÃO EMERGENCIAL EM SAÚDE
16 de junho de 2020
Exibir tudo

O Dia Mundial da Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa foi oficialmente reconhecido pela Assembléia Geral das Nações Unidas em 2011, após solicitação da Rede Internacional de Prevenção ao Abuso de Idosos (INPEA), que estabeleceu a comemoração em junho de 2006.

Representa um dia do ano em que o mundo inteiro manifesta sua oposição aos abusos e sofrimentos infligidos a algumas de nossas gerações mais velhas.

A violência contra o idoso pode ser definida como “um ato único, repetido ou a falta de ação apropriada, ocorrendo em qualquer relacionamento em que exista uma expectativa de confiança que cause dano ou sofrimento a uma pessoa idosa”. É uma questão social global que afeta a saúde e os direitos humanos de milhões de idosos em todo o mundo e que merece a atenção da comunidade internacional.

Sabemos que envelhecimento populacional provoca profundas mudanças na sociedade e requer providências e Políticas Públicas relativas ao bem-estar destas pessoas, que tanto trabalharam e contribuíram com a história de nossa terra e das novas gerações.  Por isso, é preciso repensar a cidade como o espaço a abrigar pessoas que envelhecem a cada dia e, ao mesmo tempo, repensar o idoso na sua complexidade em relação ao espaço urbano e seu novo papel social.

É urgente agir de modo a promover o envelhecimento saudável, amparado por ações de assistência à saúde, com medidas coletivas e individuais que apontem à integralidade do cuidado com a pessoa idosa, em ações que priorizem a redução da morbidade e disabilidades provocadas pelo efeito cumulativo das doenças e das comorbidades. Nesta população, o enfoque vai além do diagnóstico de doenças e de intervenções terapêuticas, englobando a identificação de incapacidades que impedem as pessoas de agir de forma independente para satisfazer as demandas do cotidiano.

Desta forma, entendemos que se faz necessário em nosso município um acompanhamento mais aprofundado e cuidadoso para com nossos idosos. Neste caminho, propusemos projetos de lei e outros requerimentos, como propostas para melhoria da atenção  à população idosa do município de Colombo.

 

Confira algumas:

 

PROJETO DE LEI Nº 685/2013

Institui o Centro de Apoio e Atendimento ao idoso “Vovó e Vovô Colombense” no âmbito do município de Colombo, e dá outras providências.

 

PROJETO DE LEI Nº 695/2013

Cria o Programa de Envelhecimento Saudável e Ativo, como política pública municipal permanente e dá outras providências.

 

Indicação nº 247/2020 – Estudos para criação de um programa de Atenção à Saúde do Idoso.

Indicação nº 413/2019 – Solicito a contratação de no mínimo mais 2 equipes da Estratégia “Saúde da Família” na Unidade de Saúde Alexandre Nadolny.

Indicação nº 401/2019 – Solicito a contratação de quatro equipes da Estratégia Saúde da Família da unidade de saúde do Guaraituba.

Indicação nº 131/2018 – Estudos para viabilizar reforma no Centro de Convivência do Rio Verde.

Indicação nº 250/2017 – Estudo para viabilizar a construção de Unidade Básica de Saúde próximo ao Hiper mercado Rio Verde no Bairro Santa Terezinha.

 

#Tamojunto

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *