1º de setembro – Dia do profissional de Educação Física

O Encontro de Pesquisadores será transmitido via Participatório. Acompanhe!
3 de setembro de 2014
Anderson Prego solicita implantação de laboratório de informática no Centro de Atendimento para Deficiente
29 de setembro de 2014
Exibir tudo

Ao final da sessão ordinária do dia 02 de setembro de 2014, a tribuna livre foi ocupada por Jackson Franco de Oliveira – Graduado em Educação Física, Educador da Pastoral da Juventude de Colombo e que atualmente compõe a assessoria do Mandato Popular Participativo Vereador Anderson Prego. O assunto foi o dia do profissional de Educação Física, celebrado na data de 1º de setembro por conta da lei que regulamentou a profissão em 1998.

Confira alguns trechos sobre o assunto:

“O dia do profissional de Educação Física é comemorado no dia 1º de setembro por conta da Lei federal que regulamentou a profissão, criou o Conselho Federal e os Conselhos Regionais de Educação Física.

Vemos nesta data, que muitas cidades realizam eventos festivos com o intuito de comemorar o dia do profissional de Educação Física, mas não precisamos apenas de comemoração, que é sempre muito importante, mas é preciso também, aproveitar este momento e convidar a sociedade a refletir junto com a categoria profissional.

A lei foi criada e a profissão regulamentada em 1998, mas antes de tudo, precisamos olhar para todas as profissões a partir de sua relevância social. Todas elas: trabalhadores da limpeza e conservação, médicos, advogados, trabalhadores da construção civil, engenheiros, educadores, cientistas e muitos outros profissionais não existem apenas para ocupar vagas de emprego e servir como fonte de renda. Todos têm um propósito e só existem porque são importantes para o bem viver.

E a luta dos profissionais de Educação Física não é apenas por melhorias de salário. A busca por espaço e valorização no mercado de trabalho se dá pela importância em saúde pública e bem estar das pessoas que incide a prática regular de atividades físicas, devendo ser observadas também, condições que vão desde o atendimento básico à saúde, passa pelo sistema de educação, pela oferta de ambientes naturais e construídos voltados ao lazer e atividade física e leva em conta ainda, os parâmetros socioeconômicos da população.

A implantação ou melhoria do ambiente construído, composto por parques, praças e demais locais destinados à prática de atividades físicas, promove o decréscimo do sedentarismo na população local e favorece o envelhecimento ativo e mais saudável. Em virtude disso, as academias ao ar livre tem se tornado uma ótima opção de política pública.

Ainda tratando de espaços públicos destinados à prática de atividades físicas, é importante salientar que as juventudes procuram e necessitam de espaços em que se possam ser praticados esportes alternativos, como a prática do skate, patinação, ciclismo com obstáculos, dentre outros. É importante ressaltar ainda, que vários estudos apresentam como resultado, a preferência por espaços em que exista bastante área verde, bancos, iluminação e segurança.

Esta é uma oportunidade do poder público canalizar ações e políticas públicas que favoreçam a escuta da população sobre as necessidades e anseios para prática de atividades físicas em espaços públicos, para que possa desenvolver o planejamento de maneira que os ambientes ofertados contribuam para a interação social e cultural, abrindo espaços para as mais variadas práticas esportivas e de lazer, melhorando a qualidade de vida da população”.

 

04/09/2014

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *