Anderson Prego fiscaliza obras de reforma no Restaurante Popular de Colombo

Vereador Anderson Prego solicita recursos para castração animal
10 de outubro de 2019
Anderson Prego solicita prestação de contas da Sanepar dos serviços prestados à Colombo
30 de outubro de 2019
Exibir tudo

Na sessão do dia 03 de setembro de 2019, o vereador Anderson Prego (PT), utilizou seu espaço da palavra livre para falar sobre a paralização do atendimento do Restaurante Popular do Alto Maracanã, em Colombo.

O Restaurante teve o atendimento interrompido no dia 15 de julho de 2019, para realização de reforma no telhado, avariado pela forte chuva de granizo que ocorreu no final do mês de junho. Na época, o site da prefeitura apresentou uma nota informativa, da qual segue trecho:

“No período das obras, o local ficará fechado para a reforma do telhado que sofreu avarias na estrutura de concreto – ocasionado pela chuva de granizo que aconteceu no mês de junho – deixando instável a segurança do equipamento”.

Anderson relatou que após identificação da paralização das obras, foi até as secretarias verificar os motivos, para que pudesse entender e buscar a informação correta do que estava ocorrendo. Conforme relatos, no andamento das obras de reforma do telhado, foi verificado um problema estrutural, seguido por laudos técnicos, que apresentaram vigas de concretos perfuradas de forma irregular para passagem de tubulação e também problemas sérios na sustentação do edifício.

Tais motivos alegados pela prefeitura, acarretaram na necessidade de abertura de nova licitação, para que uma empresa possa realizar todas as correções necessárias, que vão muito além de uma simples reforma no telhado.

Na primeira semana  de outubro do corrente ano, o vereador procurou novamente a prefeitura, para saber se podia ser realizado uma locação emergencial de um espaço que pudesse abrigar temporariamente as instalações do Restaurante Popular, porém foi informado que fica inviável, uma vez que os equipamentos foram comprados sob medidas e que em um espaço alugado não poderia ser utilizado os mesmos equipamentos, porém a prefeitura garantiu que está tomando medidas para que seja reaberto o restaurante até janeiro de 2020.

Confira a fala completa no vídeo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *