Anderson Prego propõe criação de fundo emergencial e lançamento de editais de fomento para o setor cultural

Vereador Anderson Prego propõe a instalação de uma câmara de descontaminação na Unidade de Pronto Atendimento do Maracanã
18 de maio de 2020
15 de junho de 2020 – Dia Mundial da Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa
15 de junho de 2020
Exibir tudo

O vereador Anderson Prego (PT), protocolou na Câmara Municipal de Colombo duas indicações legislativas requisitando que sejam feitos estudos para a criação de um FUNDO EMERGENCIAL, para apoio aos trabalhadores do setor e espaços culturais afetados pela pandemia do novo coronavírus.

Nesta mesma linha, solicitou também o lançamento de Editais de Fomento Cultural, destinados aos trabalhadores do setor cultural e aos espaços culturais para o desenvolvimento de atividades artísticas com transmissão via internet ou rede de comunicação aberta a serem utilizados durante o enfrentamento aos impactos da pandemia do COVID-19.

Observada a situação imposta pela pandemia do novo coronavírus – COVID-19, os governos adotaram medidas de isolamento social, com reconhecimento e permissão de atividades “essenciais”. Nas determinações oficiais vigentes sobre a pandemia, das quais ressalto o decreto nº4230, do Governo do Paraná, e a Resolução 001/2020, da Secretaria Municipal de Saúde de Colombo, as atividades culturais com presença de público estão proibidas, o que causa uma grande instabilidade financeira aos empresários e autônomos, e até mesmo desemprego dos profissionais contratados.

Desde o dia 19 de março, os estabelecimentos que proporcionavam atrações culturais, como bares, cinemas, teatros e afins, estão sem realizar tais atividades, tendo perdido grande parte ou mesmo totalmente suas receitas. Esta situação acaba gerando uma reação em cadeia, uma vez que sem o dinheiro do ingresso, uma rede de profissionais acaba perdendo sua fonte de renda.

Por isso o vereador solicitou que a Prefeitura Municipal de Colombo, por meio da Secretaria Municipal de Esporte, Cultura, Lazer e Juventude em parceria com as demais secretarias, possa estudar a criação e lançamento de Editais de Fomento Cultural, com recursos destinados a produção e execução de peças artísticas, shows musicais, aulas de capoeira, danças e afins, através da internet ou redes de comunicação abertas, o Fundo Emergencial também poderá destinar recursos a Espaços culturais, Pontos de Cultura, escolas de música, escolas de dança, escolas de artes, centros culturais, escolas de capoeira, escolas de circo e trabalhadores formais e informais do setor cultural.

Outro fator relevante é que grande parte deste dinheiro poderá entrar na economia local, em farmácias, padarias, mercados e afins, de forma a minimizar os impactos sofridos pelo município de Colombo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *