Câmara tramita indicação do vereador Anderson Prego sobre censo populacional de animais em Colombo.

Mandato Popular indica cessão de terreno para construção de ginásio ao lado do Raulino Costacurta
29 de outubro de 2014
Vereador indica cessão de terreno para ampliação do CAEDAV
29 de outubro de 2014
Exibir tudo

Pode ser observado em Colombo, a presença de diversos animais – principalmente cães – transitando pelar ruas, sem qualquer cuidado de humanos responsáveis pelos mesmos, o que pode ser considerado como maus tratos. Porém, não se pode saber com clareza a origem deste abandono ou falta de cuidado, ou seja, fica quase impossível responsabilizar alguém pelo animal na rua e tomar as devidas providências. O censo é uma iniciativa importante para conhecer a população de animais existentes no município, para posteriormente desenvolver planos e projetos para a eliminação do problema de animais sem cuidados circulando pelas ruas. A partir do censo, será possível planejar ações de combate aos maus tratos, bem como prevenir as zoonoses, que são doenças oriundas do desequilíbrio da relação homem-animal, das quais podemos citar: raiva, leptospirose, toxoplasmose, dentre outras que são questões de saúde pública. Ao saber da existência dos animais nas residências dos cidadãos e também mapear os que estão em situação de abandono, é imprescindível quantificá-los e identificá-los, relacionando com o ser humano que se propôs a oferecer-lhe a guarda responsável ou, nos casos dos animais abandonados, procurar uma solução para estes, seja na promoção da adoção ou outra possível. Com estes passos, será então possível trabalhar em conjunto com a comunidade para que os direitos dos animais sejam garantidos, refletindo assim em um município mais limpo, seguro e responsável.

“Convivendo com essa situação no nosso município, tomamos a iniciativa de fazer contato com a UFPR, para saber mais sobre como lidar com este problema. A partir daí, conseguimos trazer o professor Antônio Waldir, coordenador do curso de Medicina Veterinária, para uma reunião com a coordenação da Vigilância Sanitária de Colombo, secretários do Meio Ambiente, da Saúde e do Planejamento,  na qual o professor pode explicar como deve ser o trabalho, como a Universidade pode ajudar, bem como dos recursos necessários. No entanto, ainda não foi dado sequència a essa importante parceiria”, explicou Anderson Prego.

29/10/2014

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *