Dilma debate reforma política com lideranças da juventude

Aprovação do Estatuto da Juventude: um imenso legado para o Brasil
10 de julho de 2013
II Conferência Municipal do Meio Ambiente será realizada em Colombo
11 de julho de 2013
Exibir tudo

28.06.2013 – Dilma debate reforma política com lideranças da juventude

Segundo a Secretária Nacional de Juventude, Severine Macedo, os jovens apoiaram a reforma política com maior participação juvenil e reivindicaram mais e melhores políticas que reflitam as transformações em cursos no país. Para que os jovens tenham maior participação, foi anunciada a criação do Observatório Participativo, uma plataforma virtual e física que permitirá consulta a sociedade civil e diálogo direto com os jovens a partir das mídias sociais.

 

Presidenta Dilma Rousseff recebe representantes de movimentos de Juventude. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

“A pauta girou muito fortemente em torno de uma demanda da juventude por aprofundamento da participação, da democracia, com a reforma política.

Fazendo com que a gente consiga ampliar a participação dos jovens também no sistema político, além de que a opinião deles no plebiscito possa ser mais incorporada nas instituições”, afirmou Severine.

Segundo a secretária, houve um consenso em torno da proposta de reforma política por meio de plebiscito. Entre as entidades presentes, estavam o Conselho Nacional de Juventude, União Nacional dos Estudantes, União Brasileira dos Estudantes Secundaristas, Movimento Sem Terra, Pastoral da Juventude, Marcha das Vadias, Coordenação das Entidades Negras, Levante Popular da Juventude e Rede fale.

“O consenso das organizações de juventude em relação à proposta de reforma política. Não só uma proposta de reforma política que seja discutida a partir de referendo com o Congresso Nacional. (…) Mas hoje, a partir do plebiscito, o povo tem a oportunidade de apresentar essa pauta da reforma política”, afirmou Alessandro Melchior Rodrigues, presidente do Conselho Nacional da Juventude.

Fonte: Blog do Planalto

10/07/2013

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *