Mandato do Vereador Anderson Prego participa dia 1º de maio

Mandato faz requerimento sobre Cursinho da Gente
3 de maio de 2013
Anderson Prego pede mudança de horário das sessões
3 de maio de 2013
Exibir tudo

Mandato do Vereador Anderson Prego participa dia 1º de maio, no Largo da Ordem em Curitiba, juntamente com mais de 50 coletivos sociais, que tiveram representações de movimentos, pastorais, paróquias, deputados, dentre outros, a fim de, celebrar um dia de combate as condições precárias de muitos trabalhadores, um dia de denuncia e anuncio em busca dos direitos trabalhador/a na capital e região metropolitana.

 

Diz assessora parlamentar Marici Seles “O dia do trabalhador não é um dia de festa e sim um dia de luta e é por isso que caminhamos junto aos trabalhadores/as que lutam por uma vida digna para todos com, trabalho digno, educação de qualidade, transporte coletivo de qualidade, segurança, condições saúde no trabalho, entre outros”

 

Fazendo memória

O 1º de maio é marcado como Dia Nacional do trabalhador. Criado em 1889, por um congresso Socialista realizado em Paris. A data foi escolhida em homenagem à greve geral, que aconteceu em 1º de maio de 1886 em Chicago, o principal centro industrial dos Estados Unidos naquela época.

Milhares de trabalhadores foram às ruas para protestar contra as condições de trabalho de 13 para 8 horas diárias. Naquele dia, manifestações, passeatas, piquetes e discursos movimentaram a cidade. Mas a repressão ao movimento foi dura: houve prisões, feridos e até mesmo mortos nos confrontos da policia contra operários. Em memória dos mártires de Chicago, das reivindicações operárias que nesta cidade se desenvolveram em 1886 e por tudo o que dia significou na luta dos trabalhadores pelos seus direitos, servindo de exemplo para todo o mundo, o dia 1º foi instituído como o dia mundial do trabalho.
No Brasil, como não poderia deixar de ser, o 1º de maio também esta relacionada à luta pela redução da jornada de trabalho.

 

A primeira celebração da data, que se tem o registro foi em Santos, em 1895, porém somente em 1925 foi consolidado como dia dos trabalhadores. Afinal, essa é uma data de festa ou de luta? Apesar das conquistas que a luta trouxe, os desafios pela justiça ainda são grandes.

03/05/2013

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *