Obras de contenção de enchentes são iniciadas na região do bairro Rio Verde

Vereador Anderson Prego e CEDEA propõem audiência pública sobre poluição do ar e da água em Colombo
21 de março de 2015
Encontro de Entidades Pelo Direito ao Esporte Seguro e Inclusivo
23 de março de 2015
Exibir tudo

Foi iniciado recentemente, o desassoreamento do rio Atuba. Em declaração para o site da prefeitura, João Nowacki – diretor de obras de Combate às Enchentes, afirma que este é o principal canal que causa transtornos a população em época de fortes chuvas. “Estamos fazendo a limpeza, aumentando a extensão e o afundamento do rio, assim reduziremos bastante os problemas. Nosso objetivo é garantir tranquilidade aos moradores mais afetados pelas cheias do rio”, explica.

A região citada enfrenta o problema de alagamentos há mais de 20 anos. Sabemos que existe a necessidade de um conjunto de ações para que seja resolvido. A Rua Gustavo Kabitshke fica em um vale, ou seja, é uma baixada que recebe água da região do Alto da Cruz e também do Santa Úrsula. Nestes dois bairros existem muitas ruas ainda não pavimentadas e também sem uma rede de captação das águas das chuvas, levando então, juntamente com a água, muito entulho (lixo, galhos e pedras) para a região mais baixa. Somado a isso, estão as irregularidades nas construções muito próximas ao córrego que passa entre a Rua Gustavo kabitschke e a Rua Sudão, onde pode ser observado também o descarte de muito lixo que acaba interrompendo o fluxo da água.

Para os serviços, o município disponibilizará cerca de R$ 60 mil para o desassoreamento, drenagem, além de caminhões, maquinários e mão de obra. As ações beneficiarão os moradores da região do Rio Verde, Alto Maracanã, Campo Pequeno e Campo Alto.

Recentemente, os moradores da Rua Gustavo Kabitschke colocaram uma faixa em protesto ao descaso dos governantes para com a região.

Esta demanda tem sido lembrada pelo Mandato Popular Participativo Vereador Anderson Prego desde o primeiro semestre de 2013, quando, a partir das reivindicações dos moradores e visitas aos locais, elaboramos a indicação de nº 138/2013, que solicitava a execução de obras para solucionar tais problemas.

Levando em consideração todos estes fatores, solicitamos também diversas outras ações da administração municipal como pode ser visto a seguir:

Ofício nº. 178/2013/GVAFS – manutenção do bueiro da Rua Líbia próximo ao número 846, localizada no bairro Alto da Cruz III.

Ofício nº. 026/2013/GVAFS – serviço de limpeza e desobstrução de bueiro localizado na Rua Princesa Isabel, em frente ao número 1522, Bairro Jardim Fátima.

Ofício nº. 080/2013/GVAFS – manutenção da boca de lobo, na Rua São Pedro, 892 em frente ao Hospital e Maternidade Alto Maracanã.

Ofício nº. 099/2013/GVAFS – serviço de canalizar a vala, localizada na

rua Sudão, próximo ao número 656, bairro Alto da Cruz III, com instalação de galeria de escoamento.

Ofício nº. 123/2013/GVAFS – serviço de limpeza e desobstrução de bueiro localizado na Rua Princesa Isabel, em frente ao número 1522, Bairro Jardim Fátima.

Ofício nº. 180/2013/GVAFS – serviço de manutenção do canal fluvial da

Rua Gustavo Kabitschke, localizado na Planta Santa Úrsula.

Ofício nº 067/2014/GVAFS – desobstrução do canal pluvial da Rua Líbia, no bairro Alto da Cruz.

Ofício nº 074/2014/GVAFS – retirada de entulhos na junção da Rua Líbia e Rua Egito, no Bairro Alto da Cruz.

24/03/2015

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *