Pronatec abrirá 763 mil vagas para público do Brasil Sem Miséria até junho

Vereador solicita estudos para adesão da Prefeitura Municipal de Colombo ao Programa Nacional de HabitaçãoRural (PNHR).
21 de janeiro de 2014
Alimentação saudável obrigatória nas escolas
22 de janeiro de 2014
Exibir tudo
21/01 – Pronatec abrirá 763 mil vagas para público do Brasil Sem Miséria até junho

 Número é 50% maior do que a quantidade de vagas abertas no mesmo período de 2013. Cursos serão oferecidos em 3.479 municípios, 644 a mais do que no ano passado. Meta do governo é qualificar 1,3 milhão de pessoas até o final de 2014. Mulheres ocupam 66,2% das matrículas

 
O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) vai ofertar 763 mil vagas, no primeiro semestre de 2014, em cursos de qualificação profissional para o público do Plano Brasil Sem Miséria. Isso representa um aumento de 50% em relação às vagas abertas no mesmo período do ano passado – 507 mil. Os cursos chegarão neste ano a 3.479 municípios, 644 a mais do que em 2013.
Em 2013, os cursos do Pronatec para o público do Brasil Sem Miséria receberam mais de 830 mil matrículas. A meta é qualificar, até o final de 2014, 1,3 milhão de pessoas inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do governo federal. No Pronatec, os alunos recebem apostilas, uniforme e ajuda de custo para transporte e alimentação. As inscrições são realizadas pelas prefeituras, nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) ou em outros equipamentos da assistência social.
Veja aqui a quantidade de vagas em cada município
Até junho, haverá outro período de negociação para a definição das vagas do segundo semestre. “Os municípios, com o apoio dos estados, se reúnem com a rede ofertante dos cursos para definir quantidade de vagas e tipos de cursos que melhor atendem à demanda do mercado de trabalho local”, explica o assessor da Diretoria de Inclusão Produtiva Urbana do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Marcelo de Sousa.
Presença feminina – A maior parte das inscrições no Pronatec é realizada por jovens – 55,4% dos matriculados têm entre 15 e 29 anos – e por mulheres – 66,2% do total. Buscando garantir sua autonomia econômica, as mulheres estão se qualificando mais em profissões até então consideradas masculinas como mecânica, construção civil e na área de tecnologia.
Fonte: Comunicação Social

Secretaria de Políticas para as Mulheres – SPM
Presidência da República – PR
Participe das redes sociais: Ícone_face/spmulheres e Ícone_twitter@spmulheres

21/01/2014

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *