Seminário estadual de planejamento da campanha: A Juventude Quer Viver

Indicação propõe fixação de placas indicando Maternidade e Pronto Socorro do Alto Maracanã
14 de março de 2014
Anderson Prego busca CPI para festa da Uva de 2013 e 2014 em Colombo
19 de março de 2014
Exibir tudo

A Casa do Trabalhador sediou no último final de semana, o Seminário estadual de planejamento da campanha “A Juventude quer viver”, organizado pela Pastoral da Juventude e Casa da Juventude do Paraná.

A proposta do seminário foi reunir aqueles que militam de alguma forma no enfrentamento às diversas formas de violência contra a juventude, com o intuito de compartilhar experiências e pensar junto os rumos a serem seguidos na campanha. Estiveram presentes representantes de pastorais, de movimentos sociais, de gestões públicas, de rede educacional e de diversas instituições, cada um com sua bagagem, suas histórias de lutas, conquistas e o anseio pelo lançamento da campanha e suas respectivas ações.

O Projeto “A Juventude quer vver” foi idealizado pela Pastoral da Juventude do Brasil e é enraizado no projeto de Jesus, o qual nos envia em missão para que todos tenham vida e vida em abundância (Jo 10, 10). Para tanto, aponta para o debate a respeito de políticas públicas e sociais voltadas à juventude, afim de fomentar e garantir o protagonismo juvenil.

O seminário veio justamente propor um ambiente de discussão acerca do tratamento da juventude nas igrejas, escolas, espaços públicos e demais esferas sociais e principalmente, buscar a construção de redes e grupos de trabalho, de onde saíram propostas de ações concretas que farão parte da campanha.

Direcionados por uma excelente proposta pedagógica, os trabalhos foram iniciados antes mesmo da acolhida na Casa do Trabalhador, através da publicação nas redes sociais, de diversos subsídios a serem estudados, como por exemplo: violência, direito à educação, trabalho, saúde e cidadania presentes no Estatuto da Juventude, que já chamavam a atenção dos inscritos desde o dia 5 de março.

Durante os três dias do evento, os participantes foram incentivados a conhecerem uns aos outros, a aprender com novas e diferentes experiências e acima de tudo, procurarem levantar idéias e proposições de ações práticas, que realmente fossem capazes de interferir na realidade da juventude. Algo muito interessante que ocorreu neste encontro, foi a abordagem das conversas que aconteceram durante os intervalos da grade horária proposta, chamados por todos de “papo de corredor” que também serviam para alimentar os debates e que inclusive foi bastante comentado na comunidade: “Seminário estadual de planejamento da campanha A juventude quer viver” criada na rede social Facebook.

Pautas como: juventude e movimento negro, juventude e movimento sindical, juventude e saúde, e juventude e educação pública foram temas de debate, com posteriores apontamentos de ações a serem desenvolvidas na sociedade. Por fim, a partir dos sonhos, ideais e realidades compartilhadas na rede que se formou no fim de semana, encerrou-se o Seminhário estadual e foi oficialmente lançada a campanha “A Juventude Quer Viver”, da qual o Mandato Popular Participativo Vereador Anderson Prego se comprometeu a defender e debater políticas públicas e iniciativas que garantam o protagonismo juvenil e acabe com a violência e o extermínio de jovens.

17/03/2014

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *