Vereador indica cessão de terreno para ampliação do CAEDAV

Câmara tramita indicação do vereador Anderson Prego sobre censo populacional de animais em Colombo.
29 de outubro de 2014
Câmara se reúne com Polícia Militar, Guarda municipal e secretarias para debater Segurança Pública.
6 de novembro de 2014
Exibir tudo

A Escola Municipal Heitor Vila Lobos, situada na Rua Angelina Cavalli, 292 Jardim Adriana, possui 1025 alunos em ensino regular, dos quais 19 são surdos, 74 cegos ou com visão subnormal, que recebem atendimentos especializados do Centro de Atendimento Especializado em Deficiência Auditiva e Visual (CAEDAV), com sala multifuncional.

Com a atual demanda, faz-se necessária a ampliação do prédio para que possa melhor atender as necessidades especiais dos estudantes do CAEDAV. Neste sentido, ao observar que ao lado da escola existe uma cancha atualmente abandonada, propusemos a cessão do terreno para a ampliação do Centro.

Hoje os alunos surdos utilizam o espaço do ensino regular por falta de sala. Em virtude dos dados apresentados percebe-se que o atendimento à pessoa com deficiência auditiva e visual deve ser ampliado no Município, com o objetivo de garantir o direito a educação, criando condições para que os alunos tenham acesso ao conhecimento, quando necessário, com apoio pedagógico especializado garantindo a inclusão, permanência, progressão e sucesso escolar.

Outra atuação do Mandato Popular Participativo foi, através do Ofício nº 171/2014/GVAFS, cujo protocolo é 1183393, solicitar a sinalização nas vias do entorno da escola e do CAEDAV. Para o vereador Anderson Prego, “é preciso observar a LEI FEDERAL Nº. 10.0988 de 19/12/2000 e se adequar a ela, para garantir a segurança de todos”.

Esta lei estabelece normas gerais e critérios básicos para a acessibilidade dos deficientes ou com mobilidade reduzida, em locais próximos a institutos, escolas e centros de atendimento às pessoas com deficiência, orientando que devem existir placas indicando aos motoristas a circulação destes pedestres, bem como a adequação de calçadas e vias de acesso até as instituições com a devida sinalização.

 

29/10/2014

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *